Projeto Mini Usina Caixa D´agua

Promete transformar caixa d’água em mini usina hidrelétrica


Foto :Gabriel de Andrade Fernandes/Flickr

A produção de energia pelo mundo vem inovando cada dia mais.
No Brasil, dois engenheiros preocupados com o deficiente fornecimento de energia nas pequenas cidades afastadas dos grandes centros urbanos, criaram uma maneira simples de produzir energia limpa: transformar caixas d’água em mini usinas hidrelétricas.
O projeto se chama Unidade Geradora de Energia Sustentável, uma espécie de mini usina hidrelétrica que transforma o abastecimento de água em energia elétrica.
Criado pelos engenheiros Mauro Serra e Jorgea Marangon, a tecnologia é de fácil acesso a qualquer caixa d’água independente do tamanho e do fluxo de água.

 “A UGES transforma a passagem da água que abastece os reservatórios em um sistema gerador de energia.
Vale destacar que o consumo diário de água no país é, em média, de 250 litros por pessoa, consumo que é totalmente desperdiçado como forma de energia.
Ao desenvolver um sistema que reaproveita essa energia, podemos gerar eletricidade, sem emissão de gases e totalmente limpa”, destacou Mauro Serra. 


A UGSE funciona com um sistema instalado dentro do reservatório de água e uma unidade móvel para captar e distribuir toda energia para o uso doméstico.
Porém, não precisa de energia externa para funcionar, porque a água ao entrar pela tubulação para abastecer a caixa passa pela mini usina, que, com sua pressão, gera energia.


Essa energia pode ser usada para abastecer lâmpadas, rádios, geladeiras, computadores e outros aparelhos.
Entretanto, equipamentos de alto consumo de energia como, por exemplo, o chuveiro, deve ser evitado.



A ideia em breve vai estar no mercado e pode revolucionar a produção de energia limpa nas residências e no comércio.
A quantidade de energia produzida varia de acordo com o tamanho da caixa d’água e da quantidade de água consumida.

Os inventores afirmam que essa tecnologia poderá vir a ser aplicada em indústrias, escolas e restaurantes onde o consumo de água é grande ou até mesmo vir a abastecer a iluminação pública de um município.  

A possibilidade de armazenar o excedente da energia para uso posterior e a independência (parcial) das redes de distribuição seria também uma vantagem do sistema.

A ideia do casal de engenheiros chama atenção pelo custo benefício pequeno e a independência na produção de energia.

Diferente da produção de energia solar e a eólica, a UGSE não depende do sol e nem de ventos para produzir energia.

E, segundo o casal, poderia suprir a necessidade de uma pessoa ou até mesmo de um município.  

PIER99 LOJA EM PRODUTOS SUSTENTAVEIS




Fotos: Divulgação Fonte: Faperj e Ciclo Vivo   


E, segundo o casal, poderia suprir a necessidade de uma pessoa ou até mesmo de um município.   produção de energia solar e a eólica, a UGSE não depende do sol e nem de ventos para produzir energia. E, segundo o casal, poderia suprir a necessidade de uma pessoa ou até mesmo de um município.   Fotos: Divulgação Fonte: Faperj e Ciclo Vivo Projeto promete transformar caixa d’água em miniusina hidrelétrica - https://sustentarqui.com.br/energia-equipamentos/caixa-dagua-vira-miniusina-hidreletrica-energia-limpa/ Por favor, sempre faça referência à fonte de onde você está copiando.em miniusina hidrelétrica - https://sustentarqui.com.br/energia-equipamentos/caixa-dagua-vira-miniusina-hidreletrica-energia-limpa/ Por favor, sempre faça referência à fonte de onde você está copiando.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Este vídeo vai mostrar como embreagem funciona de seu carro em apenas 7 minutos

Flaw Chip maciça da Intel afeta quase todos os computadores: O Que Você Precisa Saber